Edilma Duarte
Vão privatizar a Telecom

A sua internet é da Copel? Se você respondeu positivamente esta notícia interessa. O governo do Estado está vendendo a Copel Telecom, a operadora por trás da internet da sua casa ou empresa.  A Telecom dá lucro, tem desempenho superior ao de seus concorrentes de empresas privadas, e está em todos os municípios do estado.

 

Exemplo de privatização

Muitos de nós vivemos a era da telefonia estatal. Hoje, com as dificuldades encontradas para resolver questões relativas aos serviços pelos quais pagamos, podemos concluir que éramos felizes e não sabíamos. Contamos com quatro operadoras de telefonia fixa e móvel no Brasil, e é raro um cliente plenamente satisfeito.

 

Chineses versus Agroindústria do Brasil  

Depois de os chineses anunciarem que foram encontrados traços de Covid-19 em frango importado do Brasil, a relação comercial entre eles e as nossas agroindústrias ficou delicada. Agora eles querem que o Brasil suspenda voluntariamente o embarque de empresas em que trabalhadores tenham sido testados positivo para Covid-19.  E o Brasil deve acatar. Isto porque, de acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), empresas que atenderam à sugestão da China, inclusive uma do Brasil, estão conseguindo retomar as exportações para aquele país rapidamente.

 

Belmond reabre com novidades

O emblemático Belmond Hotel, aquele de portas, janelas e sacadas de frente para as Cataratas, no Parque Nacional do Iguaçu, voltar a abrir suas portas nesta quinta-feira (20).  Fechado em razão da pandemia, o hotel reabre com uma série de novidades que tornarão ainda mais atrativa a permanência do hóspede.

 

Lá vem o frio

Nosso inverno foi um fiasco, e até agradecemos por isso, já que os cientistas afirmam que aquele vírus mal encarado se prolifera rapidamente em ambientes com temperatura mais baixa. Agora, meados de agosto, nos vem o anúncio de frio intenso com possibilidade de neve em algumas regiões. Calorão nos EUA, neve no Brasil.... esse 2020 é de fato como uma montanha russa, ou carrossel de surpresas.     

 

Eles estão voltando  

Aberto para visitação desde o dia quatro deste mês agosto o Parque Nacional registra um dado surpreendente, levando-se em conta o momento e as restrições impostas pela pandemia. Ao contrário do que se previa, o fluxo não se limitou ao turismo regional. Do dia quatro até esta terça-feira (18), o Parque Nacional do Iguaçu recebeu 4.072 visitantes, ávidos por ver ou rever as exuberantes Cataratas do Iguaçu.  O número soa inexpressivo, numa comparação com o mesmo período, em 2019. Mas é, ao mesmo tempo, significativo.

 

De onde vieram

Dessa 4.072 pessoas que estiveram no Parque nos últimos 14 dias, 4.047 são brasileiros vindos de várias regiões do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro. Da Argentina vieram oito pessoas. Do Paraguai e Peru quatro, Estados Unidos e Rússia, dois, Japão Grécia e Itália, uma pessoa. Em 2019, nesse mesmo período, 57.557 visitantes estiveram no Parque Nacional do Iguaçu, sendo os principais emissores Brasil, com 35.179 e Argentina (20.425), seguidos de França (3.094), Itália com 2.346 e Espanha: 2.052.  Os números apontam uma redução de 94% em relação ao ano passado.