Idgar Dias Júnior
Gente coisa é outra fina

'Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade'.
George Orwell

Olá, leitor! Tudo bem?


- Hoje, terça-feira, dia 09 de de março de 2021, é celebrado o ‘Dia Internacional do DJ’.

Gente coisa é outra fina
O governo brasileiro enviou uma missão diplomática a Israel no último fim de semana. Bacana, hein? A tal missão foi averiguar ‘in loco’ como andam as experiências com um produto de aplicação tópica que é a nova obsessão do presidente (sim, uma hora é o nióbio, outra a hidroxicloroquina e o tratamento precoce e dia sim, dia também aquela obsessão pelo tratamento bem gentil, educado e afetuoso com a imprensa) para ser usado no tratamento da Covid-19.
A verdade é que o presidente quer uma espécie de ‘bala de prata’ para acabar com a pandemia. Coisa de sonhador (para ser gentil, educado e afetuoso com o presidente, tá certo?). A tal ‘bala de prata’ de Bolsonaro é um spray nasal que está na fase inicial de estudos (a previsão é que tais estudos estejam concluídos no fim deste mês de março) em Israel, o EXO-CD24.
Em tempo: lá em Israel o que está resolvendo muitíssimo bem a questão da pandemia da Covid-19 é a vacinação, ‘tá ok’?
Voltando à missão diplomática que foi a Israel: ela é integrada pelos deputados federais Eduardo Bolsonaro e Hélio Lopes, por Fábio Wajngarten (Ministério das Comunicações), Filipe Martins (Presidência da República), embaixador Kenneth Félix Haczynski da Nóbrega (Ministério das Relações Exteriores), Hélio Angotti Neto (Ministério da Saúde), Marcelo Marcos Morales (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação), Max Guilherme Machado de Moura (Presidência da República), e secretário Pedro Paranhos (Ministério das Relações Exteriores). Como se pode ver, é uma missão de curiosos e não de cientistas, pesquisadores ou que tais.
Do que se pode ou poderá esperar de tão nobre missão, parece que a gafe do ministro brasileiro de Relações Exteriores Ernesto Araújo – que foi repreendido pelo cerimonial para que usasse máscara ao se deixar fotografar ao lado do chanceler israelita Gabi Ashkenazi – foi o ponto alto da viagem. Mas não foi só isto: ao se encontrar com o primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu, o filho Zero Três (Eduardo Bolsonaro) do presidente usava máscara abaixo do nariz...
Bem, a diplomacia brasileira perdeu mais uma e o Brasil ficou um pouquinho menor do que já estava. O Itamaraty não terá saudades de Ernesto Araújo.

Por último, mas não menos importante: abaixo seguem duas fotos da missão diplomática. Na hora do embarque para Israel e logo após o desembarque.

Repare, leitor, que no Brasil os ilustres curiosos, digo, viajantes não usam máscaras. Uma vez em Israel, tudo muda de figurino.


Hora do embarque, no último dia 06 (sábado)


Hora do desembarque em Israel. Todos de máscaras..!

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808
Sorte e saúde sempre!


"A burrice no Brasil tem um passado glorioso e um futuro promissor".
'O mundo não será salvo pelos caridosos, mas pelos eficientes'.

Roberto Campos