Sistema de saúde da Índia entra em colapso sob covid-19


- Por: Redação 1

Sistema de saúde da Índia entra em colapso sob covid-19
Novo lockdown de seis dias começou ontem capital indiana de Nova Delhi

A região da capital indiana de Nova Delhi determinou lockdown de seis dias nesta segunda-feira (19), já que os casos diários de covid-19 atingiram novo recorde nacional e o sistema de saúde entrou em colapso sob o número de novas infecções.
Os hospitais da Índia estão sofrendo com a falta de leitos, oxigênio e remédios essenciais, agora que as infecções passaram da marca de 15 milhões, número inferior apenas ao dos Estados Unidos.
"O sistema de saúde de Nova Delhi é incapaz de receber mais pacientes em grande quantidade", disse o ministro-chefe, Arvind Kejriwal, em entrevista coletiva virtual ontem.
"Se um lockdown não for implantado agora, a situação ficará fora de controle."
O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, cancelou uma viagem planejada à Índia na semana que vem por causa do novo coronavírus, informou seu gabinete.
Menos de 100 leitos de tratamento intensivo estavam disponíveis na cidade de Nova Delhi, que tem mais de 20 milhões de habitantes, disse Kejriwal nesse domingo, e as redes sociais transbordavam de queixas.
O número diário de casos de covid-19 na Índia atingiu ontem 273.810, e as mortes chegaram a um recorde de 1.619. 
A capital indiana, que entrou em lockdown ontem à noite, se soma a cerca de 13 estados de todo o país que decidiram impor restrições, toques de recolher ou lockdowns em suas cidades, incluindo Maharashtra, o estado indiano mais rico, e Gujarat, terra natal do premiê Narendra Modi. A cidade industrial de Ahmedabad também enfrenta escassez de leitos.

Neha Arora e Anuron Kumar Mitra - Repórteres da Reuters 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas