Policial militar de Foz é preso em aeroporto de São Paulo após fazer funcionária refém


- Por: Redação 1

Policial militar de Foz é preso em aeroporto de São Paulo após fazer funcionária refém
O PM usou uma caneta para ameaçar a vítima e afirmava carregar uma bomba na mochila

Um policial militar, lotado no batalhão Força Verde de Foz do Iguaçu, foi preso na noite de domingo (11), no Aeroporto de Guarulhos (SP), depois de fazer refém uma funcionária da companhia área GOL. O homem usou uma caneta para ameaçar a vítima e afirmava carregar uma bomba na mochila, fato que foi descartado posteriormente.  
Testemunhas gravaram a ação em vídeos, divulgados nas redes sociais. Nas imagens o militar aparece visivelmente transtornado. Não ficou claro as razões que levaram o homem a dominar e ameaçar a mulher. Ele exigia a todo o momento a presença da Polícia Federal para se entregar. 
Com a chegada dos agentes, e após uma rápida negociação, o suspeito se rendeu e liberou a vítima, que não sofreu ferimentos. Conforme a PF, o policial sofreu um surto. Ele não possui registro de outros problemas anteriores. O PM está detido e o caso está sob investigação. 
Em nota, a GOL afirmou que ofereceu todo o suporte necessário à funcionária afetada na ocorrência. “A Polícia Federal está no comando das investigações e a Companhia está à disposição para prestar todo o suporte necessário”, afirmou a GOL. 
A GRU Airport, concessionária que administra o aeroporto de Guarulhos, disse também por meio de nota que a “ocorrência foi controlada em poucos minutos pela Polícia Federal, em total segurança, e não houve feridos”. rminou o deslocamento de uma equipe da unidade até São Paulo para acompanhar a situação do militar.

Da Redação / Foto: reprodução

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas