IFA


- Por: Redação 1

IFA

Toda a vez que um avião aterrissa com os Insumos Farmacêuticos Ativos, os IFAs, o povo corre para o aeroporto para cobrir a chegada, como fossem celebridades. Que barbaridade! Ontem entregaram insumos para apenas 5 milhões de vacinas. Eita coisa que não anda hein?

Turismo da vacinação
Tomara, Foz do Iguaçu não acabe no topo da lista das cidades mais visitadas por quem quer uma dose da vacina contra a covid-19. Seria uma boa, caso não prejudicasse a população. “Visite, ganhe a vacina e volte daqui a tantos dias para tomar a segunda dose”. Ai sim daria lucro. 

Aglomeração
Muitas pessoas estão assustadas para encarar a vacinação contra covid, em razão do sufoco que viram na TV, ontem, nos postos de Saúde da cidade. Mas a prefeitura chama a atenção para um problema que ocorreu e que já foi normalizado. Hoje iniciam a vacinação para pessoas acima de 62 anos, idade que não dá para chamar de “idosos”. Hoje, alguém com 60, 61, até 65 anos, está no auge da intelectualidade. Está na “Boa Idade”. 
  
Sobe e desce

Apesar dos números crescerem dois dias e caírem por três ou quatro, não dá para brincar com o coronavírus e suas variantes, cada vez, mais loucas que o Batman. É dar bobeira e o bicho pega. Um médico amigo do Corvo, e que, por isso, tem licença absoluta para reclamar, enviou mensagem informando que “essas notícias de queda no número de contágio são muito boas, mas ajudam bastante o povo a relaxar, com gente acreditando que a luta contra a pandemia já foi vencida”. Pensa? Dureza a gente dar até notícias boas?

Prioritários
Corvo, a todo momento a gente recebe informações sobre novos grupos prioritários. Agora estão dizendo que os assistentes sociais. Deste jeito a vacinação empaca igual pau de enchente.
Maria Luiza M. Perdicalli

O Corvo responde: há toda uma estrutura envolvida com o atendimento ao cidadão e os assistentes sociais são fundamentais em tarefa assim. Eles chegam antes e em muitos casos, depois às famílias, porque precisam prover toda uma demanda de auxílio. Vacinar a estrutura de apoio ao cidadão é uma maneira de atender a todos os segmentos da cidade. O correto seria existir doses suficientes de vacinas para todo mundo, população, segurança, serviços, só assim a vida voltará ao normal. 

Bomba fiscal
Muitas pessoas ligam para o Corvo para saber se haverá aquele auxílio emergencial para os colaboradores nas empresas, com a redução de jornada e atividades em home office. O Corvo deu uma pesquisada e o tema parece embolado pelo ministro da Economia Paulo Guedes. Ele vê o risco das famosas “pedaladas” com a liberação de recursos e é daí que advém a expressão “bomba fiscal”. Bom, há uma queda de braço com o setor político e para o benefício sair, vão precisar de mais conversas entre economistas do governo, deputados e senadores. Enquanto isso, empresas e empregados, ficam sem saber o que vai acontecer.  

Recálculo
Essa cassação dos votos do PSC ainda vai dar muito o que falar. Alguém ligou para o Corvo informando que isso poderá alterar toda a composição da Câmara. Mas será que tem como uma coisa dessas acontecer? Como sabemos, foram eleitos os mais votados, logo, é algo difícil de mudar. O único prejudicado com a decisão é o Maninho e suplentes do partido, no mais, só haverá um beneficiado, no caso o primeiro suplente, ao que tudo indica, o Márcio Rosa. 

Expansão do Shopping
Logo depois de ler a notícia sobre a expansão do JL Cataratas Shopping, o Corvo precisou ir ao jornal (fica no caminho) e parou bem de frente ao local, no semáforo. Bateu a pergunta: onde é que vão expandir, se a área é toda ocupada e não há imóveis vagos ao lado? Só pode ser para cima, ou onde está um posto de gasolina. Apesar de constar na matéria, que o empreendimento receberá duas torres, o Corvo vai tratar de arranjar uma perspectiva mais ilustrativa e, matar a curiosidade dos leitores. Fica para as próximas edições. 

Na Petrobrás
O general Silva e Luna assumiu ontem a Petrobrás. Se depender das boas energias emanadas pelos iguaçuenses, ele se dará bem e fará uma boa gestão, fazendo muita gente engolir a especulação. Coisa mais chata, alguém assumir um cargo de relevante importância e antes, já ficarem desdenhando. Ele vai tirar de letra. 

Faisal
O Corvo leu e aproveita para parabenizar a iniciativa de Faisal Ismail, presidente da ACIFI, pelo artigo de opinião, publicado ontem na página 07, desde matutino. Foram dez parágrafos muito bem escritos. 
 
O PTI
O Parque Tecnológico de Itaipu, em verdade uma fundação, busca a sustentabilidade financeira. E isso é muito possível de acontecer, porque lá há projetos de grande envergadura e que podem se converter em desenvolvimento em diversas áreas. Lá no início, quando Itaipu estava em vias de iniciar a produção de energia, falavam muito em aproveitar todo o potencial laboratorial da iniciativa e isso hoje, está aí em forma de realidade, na forma do PTI. 

E a estrada?
O tempo passa e algumas coisas vão esfriando. O que há sobre a Estrada do Colono, em matéria de discussão? Falaram em reaver o assunto, criou-se um furdunço, reuniões, manifestações de políticos, desenvolvimentistas, ecologistas e a fogueira, acesa, estalou labaredas para todos os lados. E agora, o assunto simplesmente esfriou? Ou será que estão preparando um novo round? 

O asfalto de Foz
As máquinas estão trabalhando em vários bairros, inclusive no Centro, onde há um asfalto novinho em diversas ruas, como é o caso da Edmundo de Barros. Diga-se, lá, venceram uma situação milenar: retiraram a caixa de concreto onde passava um rio, uma elevação medonha bem no meio da baixada. Tomara o que está por baixo, a galeria, cause o escoamento da água. Mais um mostrengo urbano desapareceu! Mas seo prefeito Chico, a rua Jardel Filho ficou pela metade. Será que não dá para arrumar o que falta, bem como a pista de testar jipe lunar, em volta do Parque Monjolo?  

Fraude nas bombas
O consumidor tem mais é que questionar o dono do posto de combustíveis, caso se depare com situações estranhas, como o caso de frentista apertando botõezinhos escondidos, antes de encaixar a bomba nos veículos? Que dispositivos são esses afinal? O Corvo recebeu fotos de um leitor, mas infelizmente os profissionais estão em destaque, trabalhando e não podem ser expostos. Quando fraudes são denunciadas, empresas sérias são beneficiadas, porque o ramo anda muito contaminado por gente que quer levar vantagem. 

Um click para a vida! 
Um dos fenômenos da tecnologia e que ajuda muito, é o fato de praticamente todas as pessoas possuírem um aparelho celular, sabendo utilizar seus recursos, como a câmera de fotografar e gravar imagens. Isso, no geral, é mais poderoso que um fuzil. O mundo deixou de ser o mesmo, graças a essa interação, que ocorre na internet. Por isso, use a câmera, registre o que não considera correto, atitudes assim fazem a diferença.     

Tiroteios nos bairros
De uns tempos para cá, há muitos ruídos de tiros no meio da madrugada. A gente pensa: é a polícia trabalhando, afinal de contas, com as regras de distanciamento, o povo está dentro de casa, descansando. Ledo engano, os bandidos estão à solta, infernizando o sossego da população; alguns botecos estão de portas baixadas, mas apinhados do lado de dentro; há algazarras soturnas e no meio disso, sobram balaços e como consequências, mortes.  Já não bastam as causadas pela pandemia? Que situação hein?  

Escapes adulterados
Está bem correta a atitude da polícia, em fazer um rapa e tirar de circulação essas máquinas infernais, barulhentas, ensurdecedoras. O que leva um cidadão montar um demônio desses e sair por aí barbarizando o sossego dos moradores? O rondo de um motor já foi bonito um dia, mas nas pistas de velocidade, não nas ruas e bairros.

Tuc...tuc...tuc...
Impressionante! Pandemia, o povo trancado em casa, regra dura para quem não obedece e a madrugada cheia de sons de veículos em festa? Oras, essa gente precisa obedecer e parar de bagunçar com o sono de quem precisa trabalhar e para isso, descansar umas horas. O sono da população já anda muito perturbado com os problemas do dia-a-dia, com as doenças, mortes, e tudo o que de ruim, é esfregado em nossas caras. 

Feriado
Como quarta-feira é dia 21 de Abril, feriado de Tiradentes, o jornal fará edição conjugada desta terça e quarta-feira. Retornaremos na quinta, dia 22, que apesar de ser a data do Descobrimento do Brasil, não é sequer ponto facultativo, vai entender, tantas datas comemoradas e principal não. Na cabeça de muitos, descobrimento é o aniversário, 521 anos da Terra Brasilis, embora o que conta é a Independência, em 7 de setembro, de 1822, portanto, 322 anos depois.

 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas