Foz Cataratas vira a chave e passa a pensar agora na Liga Nacional de Futsal


- Por: Redação 1

Foz Cataratas vira a chave e passa a pensar agora na Liga Nacional de Futsal

Depois de conquistar mais uma vitória no Campeonato Paranaense da Série Ouro, a primeira no Ginásio Costa Cavalcanti, a equipe do Foz Cataratas Poker Futsal muda a chave e passa a pensar agora em sua estreia na Liga Nacional 2021, em jogo a ser realizado contra o Campo Mourão, novamente no Costa Cavalcanti, às 20h15 desta sexta-feira (23), com portões fechados ao torcedor.

Na última terça-feira (20), véspera de feriado, o time iguaçuense derrotou o Toledo por 3 a 2, pelo estadual. Teve mais dificuldades do que poderia imaginar, contra um adversário que ainda não venceu na competição. Com a vitória o Foz chegou a sete pontos, duas vitórias e um empate, e ocupa a terceira colocação no Paranaense.

“Eu acho que a dificuldade que a gente cria, é natural do jogo. Mas, a nossa equipe é reformulada e está buscando ainda uma performance de atuação. O Toledo é uma equipe jovem, que tem seus pontos positivos e negativos e a nossa equipe precisa melhorar e muito, isso é claro. Mas o importante foi marcar os três pontos”, comentou o técnico João Carlos Barbosa, o Banana, ao final do jogo, em entrevista à VA Sports.

O placar contra o Toledo foi aberto muito cedo, antes do primeiro minuto de partida, por Gugu Flores. Nos 19 minutos restantes de jogo, o Foz Cataratas bem que tentou de diversas maneiras ampliar o placar, mas parava na falta de pontaria e na trave, que salvava o time visitante.

Na segunda etapa, o Toledo voltou melhor em quadra e, após tanto pressionar – algo que já vinha fazendo nos minutos finais do primeiro tempo – conseguiu empatar, Joe. Porém, o time iguaçuense voltou a ficar à frente do placar com Juninho e William Mineiro, fazendo 3 a 1 no marcador e prestando uma homenagem à mãe, Maria de Fátima, na luta contra o câncer. Após o gol, o jogador levantou a camisa e por baixo havia outra, escrito “Força, mãe”. Quando parecia se encaminhar para uma vitória um pouco mais tranquila, o goleiro Anderson diminuiu o placar, trazendo emoções nos instantes finais de partida.

Bruno Zanette - Freelancer
foto: Nilton Rolin

 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas