Fisioterapia e sua importância no tratamento do Covid19


- Por: Redação 2

Fisioterapia e sua importância no tratamento do Covid19

No  cenário que estamos vivendo a mais de um ano de pandemia, a fisioterapia vem ganhando cada vez mais espaço no atendimento de pacientes com Covid19. Sendo esse atendimento realizado em hospitais, clinicas e atendimentos domiciliares.
Nas internações, o trabalho do fisioterapeuta começa com os primeiros cuidados... com a administração de oxigênio, passando por  uma  intervenções envolvendo intubação, VNI, ventilação mecânica, mudança de decúbito, e inclui ainda procedimentos para remoção de secreção brônquica, melhorando a respiração.
O auxilio da fisioterapia é capaz de acelerar o processo de recuperação do paciente, diminuindo a necessidade de medicamentos  e riscos de sequelas após a internação.  Além de fortalecer a musculatura esquelética e reduzir a perda de massa muscular , a fisioterapia desempenha um papel crucial para atenuar os sintomas cardiorespiratórios decorrentes da doença.
A fisioterapia quando iniciada nos primeiros dias em que a pessoa contrai o vírus, procurando auxilio médico e de fisioterapia,  tem grandes chances de não ser hospitalizada. Em muitos casos já atendidos, o paciente tem grande êxito de recuperação.
A sua atuação contribui para evitar e diminuir as complicações respiratórias adquiridas pelo comprometimento pulmonar, em indivíduos que se encontram em casa, como por exemplo :  recuperar a funcionalidade, principalmente da capacidade pulmonar e aeróbica daqueles que estão e já tiveram a doença.

COMPROMETIMENTO PULMONAR:
Pacientes REAGENTES ao Covid 19, ou já tiveram a doença, tem dificuldade para respirar ao realizar pequenos ou grandes esforços, sendo eles dos mais simples, com:  tomar  banho, falar de forma continua, caminhar por um período mais longo e ter o desgaste tanto físico como o respiratório.  Esses são alguns sintomas  de complicação pulmonar em decorrência da infecção causada pelo coronavirus. 
O pulmão é órgão elástico, mas  fica endurecido e com dificuldade de execução de suas funções, o que chamamos de fibrose , decorrente ao comprometimento pulmonar. A fisioterapia atua de forma direta com os pacientes.  
A técnica é importante para o correto funcionamento do sistema respiratório, fazendo com que o oxigênio chegue a todo o organismo, prevenindo a perda funcional e recuperando a funcionalidade dos pulmões. É recomendado que, mesmo em casos menos graves de comprometimento pulmonar, o paciente faça a fisioterapia. 
As sessões podem ser realizadas em casa, tanto em  pacientes que estão POSITIVADOS  (transmitindo o vírus), como no pós covid, ( aqueles que já tiveram alta hospitalar).


Omar Hassan Issa 
Fisioterapeuta 
Crefito 8 – 102543-F

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas