34° BIMEc faz treinamento de novos motoristas dos Blindados Guarani


- Por: Redação 1

34° BIMEc faz treinamento de novos motoristas dos Blindados Guarani
Três veículos anfíbios foram usados na ação, que contou com a participação de sete militares 

O 34° Batalhão de Infantaria Mecanizado (34° BIMec) realizou, nessa semana, um treinamento para novos motoristas dos Blindados Guarani anfíbios. A ação aconteceu nas dependências do Iate Clube, no Lago de Itaipu, e contou com a participação de sete militares. 
Agentes da Guarda Municipal e Polícia Rodoviária Federal (PRF) auxiliaram no treinamento, atuando como escolta. O Corpo de Bombeiros deu suporte com militares para atuar em situações de necessidade de resgate em água. 
Três veículos anfíbios foram usados na ação, que seguiu todos os protocolos de prevenção à Covid-19. Durante a atuação, os novos motoristas puderam vivenciar a experiência de trabalho em água, uma atividade de extrema importância para os militares que atuam diretamente com os blindados. 
Todas as atividades foram acompanhadas de perto pelo comandante do 34° BIMec, tenente-coronel Georgingtowh Haullinson Farias; e pelo sub-comandante, major Rodolfo Parra. 
Os militares que receberam o treinamento são agora considerados aptos a participarem de missões como comandantes oficiais de blindados, em todas as ações que o batalhão for empregado. 

Estrutura dos blindados 
A viatura blindada, batizada de Guarani, foi produzida especialmente para atender ao Exército Brasileiro. O veículo possui 18 toneladas e capacidade para comportar até 11 pessoas. Em terra, o Guarani possui autonomia para percorrer até 600 quilômetros. Na água, o veículo pode atingir até nove quilômetros.
Na região Oeste, o Exército atua ao lado de outras forças de segurança pública, em grandes ações como Operação Ágata, Operação Fronteira Sul e Operação Fronteira Blindada. Nestas atividades as viaturas blindadas costumam ser deslocadas como suporte. 

Assessoria

 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas