Idgar Dias Júnior
Idgar Dias Júnior
História(xxvvxx)

Olá! Bom dia, leitor!
• Hoje, quinta-feira, dia 05 de novembro de 2020, é celebrado o ‘Dia Nacional da Língua Portuguesa’;
• Também hoje se comemora o ‘Dia Nacional da Cultura’ e o ‘Dia do Cinema Brasileiro’;
• A data também é de celebração do ‘Dia Nacional do Radioamador’ e o ‘Dia do Técnico em Eletrônica’;
• Por fim, hoje é o ‘Dia do Designer Gráfico’ e o ‘Dia do Técnico Agrícola’.

História
No dia 5 de novembro de 1982, os presidentes do Brasil, João Figueiredo, e do Paraguai, Alfredo Stroessner, acionaram o mecanismo que levantou automaticamente as 14 comportas do vertedouro e liberam a água represada do Rio Paraná. Assim, foi oficialmente inaugurada a então maior hidrelétrica do mundo, após mais de 50 mil horas de trabalho.
A data de inauguração da Usina Hidrelétrica de ITAIPU não deve ser confundida com a data da entrada em operação comercial, o que ocorreu em 5 de maio de 1984.

Tristeza
Na tarde do dia 5 de novembro de 2015, no subdistrito de Bento Rodrigues, a 35 km do centro do município brasileiro de Mariana, Minas Gerais, rompeu-se uma barragem de rejeitos de mineração denominada "Fundão", controlada pela Samarco Mineração S.A., um empreendimento conjunto das maiores empresas de mineração do mundo, a brasileira Vale S.A. e a anglo-australiana BHP Billiton.
O rompimento da barragem de Fundão é considerado o desastre industrial que causou o maior impacto ambiental da história brasileira e o maior do mundo envolvendo barragens de rejeitos, com um volume total despejado de 62 milhões de metros cúbicos. A lama chegou ao rio Doce, cuja bacia hidrográfica abrange 230 municípios dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, muitos dos quais abastecem sua população com a água do rio.
Comentário: pouco, ou quase nada, foi feito pelas pessoas e famílias que perderam parentes, as suas casas e outros pertences. Novamente relembro o amigo Juan Sotuyo: ‘Quem se importa?’.

Doação de órgãos

 

SÓ VOCÊ PODE AJUDAR A ZERAR A FILA DE TRANSPLANTES
Esses belos e únicos momentos da vida poderão, neste caso, continuar a existir. Como é lindo ver seu filho ultrapassar a sua altura! Mas, sobretudo, eles poderão continuar graças à nobreza e à generosidade de um pessoa e de uma família que entenderam que é possível semear alegria no momento mais difícil de nossas vidas.
Só quem enfrenta a lista de espera do SUS para doação de órgãos pode imaginar do que estou falando.
Muitas vezes, infelizmente, fica-se pelo caminho. Dá até vontade de copiar o slogan do Jackson Memorial Hospital em Miami, especializado em transplantes: “Leve sua alma para o céu”.
Além da destreza e genialidade dos cirurgiões, é você a grande estrela. Só você pode semear esta segunda vida a teu semelhante, e evitar que uma pessoa fique cega, por falta de córnea, por exemplo. Volto a dizer, passar por esta lista é das experiências mais desafiantes deste mundo.
Combine com quem você ama e ame ainda mais o próximo. Vamos todos nos juntar nesta verdadeira corrente do bem e salvar vidas.
Do empresário Rogério Fasano, recém-transplantado de fígado em outubro passado.

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808
Sorte e saúde sempre!

Replay

'Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade'.
George Orwell

Olá! Bom dia, leitor!
• Hoje, quarta-feira, dia 04 de novembro de 2020, é celebrado o ‘Dia do Inventor’;
• Também hoje se comemora o ‘Dia da Prevenção das Doenças Cardíacas’;
• A data também é de celebração do ‘Dia das Favelas’;
• Por fim, hoje é o ‘Dia do Oficial da Reserva’.

Replay
No dia 04 de novembro de 2008 – há doze anos, portanto – o senador Barak Obama foi eleito para a presidência dos EUA. Assim como Joe Biden, Obama é também democrata.
Para o bem de todos e felicidade geral das nações, o signatário torce muito para que Donald Trump vá cuidar de novo de suas empresas e de seus problemas com a Receita Federal americana.
O mundo sempre precisou e sempre precisará de líderes e não de amadores fanfarrões, mentirosos e – consequentemente –  dados aos maus exemplos, tá certo?

Os partidos sabem escolher seus candidatos?
Olhem a pesquisa para a Prefeitura de São Paulo, fonte Ibope. [No] Russomanno votariam 25%, jamais votariam 30%. Covas votariam 22%; jamais votariam 33%. Joyce votariam 1%, jamais votariam 24%. Boulos votariam 10%, jamais votariam 18%. Márcio França votariam 7%, jamais votariam 14%. Matarazzo votariam 1%, jamais votariam 10%.
Ou seja, nossos partidos escolhem candidatos que já são mais do que conhecidos como péssimos e que mais pessoas odeiam do que gostam. Uma campanha eleitoral só piora essa situação, pois fará as pessoas lembrarem de quem já conhecem de eleições passadas. De fato, estamos sempre elegendo o menos ruim.
É a minha tese que só pode se candidatar para um cargo público (e perder) uma única vez a cada doze anos. E que partidos precisam contratar diretores de recursos humanos permanentemente.
Outro desabafo do consultor Stephen Kanitz publicado em blog.kanitz.com.br
Comentário: aqui em Foz do Iguaçu há seis vereadores que já foram presos e que estão concorrendo novamente a uma das quinze vagas de nossa Câmara Municipal – situação infinitamente pior do que a dos paulistanos mencionada acima.
Dois detalhes elementares: alguém que já foi preso estava rezando ou fazendo o bem para tanto? Não estava, tá certo? Você – leitor e eleitor – daria o seu voto de confiança a um candidato que um dia foi preso?

Olho no lance
[Desde o último] domingo (1º.Nov.2020), radares fixos ou portáteis deverão ser precedidos de sinalização e não podem ficar escondidos nas vias, informa o site Poder360. A resolução nº 798, publicada em setembro pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito), entrou em vigor.
Com a resolução, o Contran, órgão vinculado ao Ministério da Infraestrutura, pretende privilegiar o caráter educativo, em vez do meramente punitivo, em suas fiscalizações ostensivas no trânsito.
Comentário: a lei também vale para os policiais rodoviários federais e/ou estaduais que ficam em locais ‘estratégicos’, fora do alcance da visão, para multar os motoristas apressadinhos de sempre? Perguntar não ofende, ok?

E a inflação, hein?
Quem faz as compras de supermercado, almoça fora de casa e pagam o botijão de gás já percebeu no bolso a força da inflação. Pois é. A sabedoria popular ensina que todo incêndio grande começa começa bem pequeno...

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808
Sorte e saúde sempre!

Por que o 'Dia do Quilo'?

Olá! Bom dia, leitor!
o Hoje, terça-feira, dia 03 de novembro de 2020, é celebrado o 'Dia do Cabeleireiro';
o Também hoje se comemora o 'Dia da Instituição do Direito e Voto da Mulher' (1930);
o A data também é de celebração do 'Dia do Guarda Florestal';
o Por fim, hoje é o 'Dia Nacional do Quilo'.

Por que o 'Dia do Quilo'?
A ONG 'Ação pela Cidadania', em 2003, promoveu a campanha "Natal sem Fome". E na ocasião foi instituído o Dia Nacional do Quilo. A iniciativa foi uma forma de homenagear o sociólogo Herbert de Souza, o Betinho (1935-1997), criador da ONG, que nasceu no dia 03 de novembro.
Dois detalhes: 1. não confundir o 'Dia Nacional do Quilo' com o "Dia Nacional da Campanha do Quilo", que acontece todo dia 31 de julho; e 2. O 'Dia Nacional do Quilo' não faz parte do calendário de feriados nacionais.

Chegou novembro
Teremos neste mês duas eleições que serão - provavelmente - dois divisores de águas no Brasil. Sim, as eleições nos Estados Unidos (presidente) e no Brasil (prefeitos e vereadores) terão peso político de grande relevância no que vai acontecer no Congresso Nacional em 2021 e nas eleições de 2022.
No Congresso Nacional teremos eleição para presidente da Câmara Federal em fevereiro (sim, Rodrigo Maia [DEM-RJ] vai passar o bastão do comando daquela casa à frente), e seu novo presidente poderá ser ou não receptivo às intenções do Palácio do Planalto, bem entendido?

Chegou novembro (2)
A popularidade do presidente da República está lá em cima, não é? É. Mas se os candidatos que ele e seus áulicos estão apoiando (para prefeito nas regiões metropolitanas) forem mal nas eleições, então ele sairá 'menor' do que entrou nesta disputa, tá certo?
E saindo 'menor' da disputa, ele terá pouca ou nenhuma influência na eleição da Câmara que - todos sabemos - é de importância capital para o andamento dos projetos que o governo envia à casa.
É o presidente da Câmara, por exemplo, quem decide se dá ou não sequência aos inúmeros pedidos de 'impeachment' que chegam à Mesa Diretora (atualmente há pelo menos umas quatro dezenas de pedidos contra o presidente Jair Bolsonaro. Quem entende bem disto é Eduardo Cunha (MDB-RJ) e a ex-presidente Dilma Rousseff, né?

Chegou novembro (3)
E a eleição americana será decisiva para a questão ambiental no Brasil. Joe Biden e sua equipe não se cansam de mandar recados à gestão Bolsonaro a este respeito. Como Trump tem mandado a respeito do leilão do 5G, né?
A favor das intenções dos democratas de Biden há, os investidores do dinheiro grosso, para a sorte ou azar do Brasil. A conferir.

O futuro de Salles
A segurança de Ricardo Salles no Ministério do Meio Ambiente tornou-se idêntica à de uma jazida em reserva indígena.
Quando o general da reserva Santos Cruz reclamou do "desrespeito geral, por despreparo, inconsequência e boçalidade" que envenenam o ar, não deu nome aos bois, mas passou sua boiada.
Nota do jornalista Elio Gaspari publicada no último domingo no jornal O Globo.
Comentário: todos temos opiniões e palpites a dar. O signatário há tempos acha que Paulo Guedes é o maior candidato a sair do governo (o mercado, inclusive, já 'precificou' sua saída).


Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808
Sorte e saúde sempre!

 

Nós e a Covid-19 

'Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade'.
George Orwell

Olá! Bom dia, leitor!
• Hoje, sexta-feira, dia 30 de outubro de 2020, é celebrado o ‘Dia do Comerciário’;
• Também hoje se comemora o ‘Dia do Balconista’;
• A data também é de celebração do ‘Dia do Fisiculturista’; e
• Por fim, hoje é o ‘Dia da Merendeira Escolar’.

Nós e a Covid-19 

Caro leitor, o quadro acima foi tirado da internet no dia 28 último, quarta-feira. Na segunda-feira, se o dileto seguidor destas mal traçadas linhas se dispuser a checar, vai ver que o Brasil terá ultrapassado a triste e trágica marca dos 160 mil mortos pela pandemia do novo coronavírus e que o nosso estado do Paraná não será mais o 11º colocado em número de casos, mas o 10º – infelizmente. A conferir.

E por falar nisso
Vinícius Torres Freire, na Folha de São Paulo, manda avisar: ‘[A] segunda onda na Europa é um alerta para a pandemia e economia do Brasil’. Mais: ‘A segunda onda da epidemia nos grandes países da Europa ficou evidente na mesma data: começo de setembro. É quando acabam as férias de verão. Foi então que o número de mortes começou a aumentar de modo inegável’.
E ainda: ‘O controle da epidemia no Brasil foi vergonhoso; o governo federal não se ocupa nem ao menos do manual básico da economia. Estamos sem imunidade na política sanitária e na econômica’.

E por falar nisso (2)
Nós brasileiros não vamos estar imunizados antes da chegada da segunda onda da pandemia por aqui. Pior: agora que a Ponte da Amizade abriu e estão chegando o tempo do fim do ano e com ele o tempo das férias de verão, Foz do Iguaçu precisa dobrar os cuidados.
Receberemos turistas (claro: em número bem diferente da situação normal, anterior à pandemia, bem entendido) que poderão estar ou não contaminados e, ainda que a segunda onda seja mais branda que a primeira, os casos que surgirem poderão – aí, sim – colapsar o nosso sistema de saúde.

E por falar nisso (3)
Nós brasileiros temos muitíssimo mais sorte que juízo: no momento em que este humilde escriba traça estas linhas, notícias dão conta de que o dólar opera em forte alta, aos R$ 5,78. E daí? Daí que com o preço da moeda americana neste nível, as compras no Paraguai se tornam inviáveis e, portanto, com o movimento de pessoas menor.
Não se está aqui a torcer pelo prejuízo dos lojistas e hoteleiros, mas pela saúde e vida das pessoas, ‘tá ok’? E pela integridade do sistema de saúde, notadamente o da iniciativa pública.

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808
Sorte e saúde sempre!

Boa pergunta

Olá! Bom dia, leitor!
• Hoje, quinta-feira, dia 29 de outubro de 2020, é celebrado o ‘Dia Nacional do Livro’;
• Também hoje se comemora o ‘Dia do Cerimonialista’;
• A data também é de celebração do ‘Dia Mundial de Combate ao Acidente Vascular Cerebral (AVC); e
• Por fim, hoje é o ‘Dia Mundial da Psoríase’ (doença dermatológica, isto é, da pele).

Boa pergunta
‘Onde acaba o direito de não se vacinar e começa a prerrogativa de contagiar?’
A pergunta faz parte do artigo do jornalista Elio Gaspari publicado ontem na Folha de São Paulo.
Comentário: como temos visto, a questão da(s) vacina(s) que nos imunizará(ão) contra a Covid-19 é o assunto da vez e, pior, foi demasiadamente politizado. Não deveria. Primeiro, porque o País tem mais no que pensar (desemprego, por exemplo). Em segundo lugar, porque politizar questões que tais dá à maioria dos eleitores pensantes uma certeza inarredável: o governo está sem rumo e já faz tempo!

Agenda positiva
Número 1: o Poder Executivo deve assumir uma agenda de enfrentamento dos problemas com estados e municípios. Qualquer novo auxílio deve ter como contrapartida um ajuste efetivo de gastos com pessoal. Tem de limitar a remuneração dos servidores ao teto constitucional, acabar com todos esses jeitinhos de aumentar o contracheque, tem de fazer uma reforma da previdência severa e rápida em nível estadual e municipal. Sem isso, não pode haver auxílio da União a partir de 2021. Se não quiserem fazer os ajustes, que arquem com as consequências.
Número 2: revisão profunda dos gastos obrigatórios do Executivo Federal. São medidas duras, difíceis, mas existe muito espaço para reduzir os gastos atuais da União – e, aí sim, fazer melhorias no Bolsa Família e cuidar dos mais pobres.
Número 3: agenda de crescimento. Vamos cumprir as promessas, privatizar estatais, abrir a economia para a concorrência, retirar restrições e barreiras imensas ao comércio exterior.
Número 4: vamos acertar o tema do meio ambiente. Porque essa briga de botequim afasta o Brasil do resto do mundo, nos transforma em párias da comunidade internacional. É isso que a gente quer? Se continuarmos com essa de ficar batendo bumbo para agradar a militância, nossas empresas, nossos empregos e nossa renda vão pagar um preço muito alto.
Receita do diretor-presidente do INSPER Marcos Lisboa para que a economia brasileira não vá para o brejo com corda e tudo, falando à Sonia Racy, no Estadão.

Agenda positiva (2)
Mas é claro que, ainda que lesse o que vai acima, nenhuma pessoa do atual governo levaria a sério o que preconiza a agenda sugerida acima, a começar pelo presidente da República e por seu ministro da Economia. Mais sensato seria pensar em caciques do ‘Centrão’, se queremos pôr em prática a ‘receita’.
Porque, como tudo indica, agora no governo quem dá a bola, quem dá as cartas é o ‘Centrão’.

Agenda positiva (3)
A influência do ‘Centrão’ é tão forte que notícias que chegam dão conta de que o bloco partidário deve ganhar mais dois ministérios no governo de Bolsonaro. Quem diria! Há quem diga que o ministério da Cidadania (Onyx Lorenzoni, DEM-RS) e o de Meio Ambiente (Ricardo Salles) são ‘pule de dez’.

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808
Sorte e saúde sempre!

 

Tragédia silenciosa

'Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade'.
George Orwe
ll

Olá! Bom dia, leitor!
• Hoje, quarta-feira, dia 28 de outubro de 2020, é celebrado o ‘Dia do Servidor Público’;
• Também hoje se comemora o ‘Dia da Engenharia da Aeronáutica’;
• Nesta data, em 2018, Jair Messias Bolsonaro foi eleito o 38º. Presidente brasileiro; e
• Os católicos celebram hoje o ‘Dia de São Judas Tadeu’, padroeiro das causas impossíveis.

Tragédia silenciosa
Esta nota não vai tratar da pandemia da Covid-19 e nem da dengue, que andam promovendo mortes de forma inacreditável, implacável e sorrateira. A nota quer tratar dos desaparecidos do Brasil. Pasme, leitor: no ano de 2019 desapareceram em nosso País 79.275 pessoas. Isto mesmo: quase 80 mil almas sumiram e viraram uma estatística pouco comentada.
Esse número implica o desaparecimento de 217 pessoas a cada dia do ano; quer dizer, portanto, que a cada hora 9 pessoas somem sem deixar vestígios. Um horror, não?

Fala que eu te escuto
“Rodrigo Maia é expert em deixar caducar o que não interessa ao seu grupo – e pôr em votação na calada da noite o que não interessa à nação”.
Do jornalista e publisher Mário Sabino, a respeito da forma como o presidente da Câmara Federal, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), lida com as Medidas Provisórias que chegam à Mesa Diretora.

Impressionante
O britânico Lewis Carl Davidson Hamilton, de 35 anos, se tornou o piloto da Fórmula 1 com o maior número de vitórias de todos os tempos: ele quebrou o recorde de Michael Schumacher, que até então conquistara 91 grandes prêmios (GPs).
Lewis Hamilton foi seis vezes campeão: em 2008, 2014, 2015, 2017, 2018 e 2019 – e pode se igualar a Schumacher se for campeão em 2020 (Schumacher foi campeão por sete vezes, né?). E caso Hamilton venha a renovar seu contrato com a equipe Mercedes para 2021, poderá também ser o maior campeão da Fórmula 1 de todos os tempos.
Duas características de Lewis Hamilton que chamam a atenção: a discrição ímpar e o fato raro de ser um dos poucos pilotos negros a participar com tamanho destaque nesse esporte.

Chupa esta manga
O site Poder360 informa que o banco ‘Santander do Brasil registrou lucro líquido gerencial de R$ 3,902 bilhões no 3º. trimestre do ano. O valor representa alta de 5,3% em comparação com o mesmo período do ano passado. O lucro também foi 82,7% maior do que o 2º trimestre de 2020. O Santander é o 3º maior banco privado do país, atrás somente de Itaú e Bradesco, que ainda não divulgaram os balanços financeiros do 3º trimestre’.
Os bancos são como aqueles vizinhos imaginários, para os quais tudo dá certo e vai bem – a começar pela grama mais verdinha (sem trocadilho, tá?).

O pepino da previdência social
Deu na Folha de São Paulo: ‘Antes da pandemia da Covid-19, as perspectivas da previdência social americana já não eram boas: estimativas oficiais apontavam que o custo do programa excederia o total de recursos disponíveis em 2034. Com as contas no vermelho, o Estado teria que passar a pagar apenas 75% dos benefícios que deve’.
Comentário: como se vê, não é só no Brasil e nos outros países miseráveis que o bicho pega quando o assunto for aposentadoria, tá certo?

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808
Sorte e saúde sempre

 

Proponho a seguinte Reforma Eleitoral

Olá! Bom dia, leitor!
• Hoje, terça-feira, dia 27 de outubro de 2020, é celebrado o ‘Dia do Engenheiro Agrícola’;
• Também hoje se comemora o ‘Dia Nacional de Luta pelo Direito das Pessoas com Doenças Falciformes’;
• A data também é de celebração do ‘Dia Mundial de Oração pela Paz’; e
• Por fim, hoje é o ‘Dia Mundial do Patrimônio Audiovisual’.

O consultor de empresas Stephen Kanitz escreveu em seu blog (blog.kanitz.com.br):

Proponho a seguinte Reforma Eleitoral
1. Todo candidato rejeitado pelas urnas no ano anterior não poderá ser candidato nas duas eleições seguintes. Vendo os 11 candidatos para prefeito de São Paulo, vemos que muitos estão querendo é publicidade grátis.
Quatro tentativas com publicidade grátis foi o que elegeu Lula, e deu no que deu. Quem já foi rejeitado no ano anterior não tem mais o direito de embolar o meio de campo. Que respeite o resultado das urnas. Que volte daqui 12 anos, mais velho e amadurecido ou melhor, não volte nunca mais, já teve a sua chance e a desperdiçou.
2. Quem não tem nenhuma chance de ganhar, que não se arrisque ficar fora do jogo por 12 anos.
Portanto, que se candidatem somente aqueles que acham que têm realmente chances de ganhar e arquem com as consequências, a rejeição democrática.
Esta proposta resolve esse problema dos caronistas, que desviam tempo dos candidatos realmente viáveis.
Comentário: o signatário gostaria de acrescentar outras duas medidas que julga mais que urgentes e necessárias ao nosso quadro eleitoral: 1. O fim imediato da reeleição em todos os níveis; 2. Quem estiver cumprindo mandato (senador, deputado estadual ou federal, prefeito, etc.) e o deixa para disputar outra eleição deve perder esse mandato de forma irrevogável; e 3. Reduzir pela metade o número de congressistas (Em tempo: o Brasil sustenta 81 senadores e 513 deputados federais).

E por falar nisso
Além dos 594 parlamentares que o Congresso Nacional abarca em Brasília, o contribuinte sustenta ainda 27 governadores, 1.059 deputados estaduais, 5.570 prefeitos e 59.951 vereadores. É muita gente para tão pouco aproveitamento. É gasto demais para resultado de menos.

Efeitos da pandemia
Na Folha de São Paulo a repórter Paula Sperb informa que ‘A desigualdade de renda aumentou nas metrópoles brasileiras durante a pandemia. Todos os segmentos, dos mais pobres aos mais ricos, viram seus rendimentos caírem. Os pobres, porém, sentiram mais a queda nos ganhos. (...)
Os números mostram que, na média das 22 regiões metropolitanas, os 40% mais pobres perderam 32,1% da renda, os 50% intermediários perderam 5,6% e os 10% mais ricos perderam 3,2%. Apesar da renda do topo da pirâmide ter caído na média geral, os ricos ficaram mais ricos em nove regiões, como Manaus, Belém, Rio de Janeiro e Florianópolis, segundo o estudo. Já os mais pobres perderam renda em todas as regiões analisadas’.
Como se os mais de 157 mil brasileiros que morreram vítimas da Covid-19 fosse pouca coisa, não é?

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808
Sorte e saúde sempre!

 

Ruína

Olá! Bom dia, leitor!
• Hoje, segunda-feira, dia 26 de outubro de 2020, é celebrado o ‘Dia da Cruz Vermelha’;
• Também hoje se comemora o ‘Dia do Trabalhador da Construção Civil’;
• A data também é de celebração do ‘Dia da Biblioteca Escolar’.

Ruína
Deu no site Poder360: ‘[o] Brasil teve cinco anos seguidos com mais fechamento do que abertura de empresas’. O gráfico que segue, do IBGE, mostra o tamanho da tragédia empresarial brasileira:


Ruína (2)
‘O saldo entre empresas criadas e encerradas no Brasil foi negativo durante 5 anos consecutivos. O país acumulou fechamento de 382.541 empreendimentos de 2014 a 2018. As informações foram publicadas no estudo Demografia das Empresas e Estatísticas de Empreendedorismo.
O levantamento considera só as entidades empresariais, excluindo os MEIs (Microempreendedores Individuais), órgãos da administração pública, entidades sem fins lucrativos e as organizações internacionais que atuam no país.
Em 2018, último ano analisado pelo estudo, 697,1 mil empresas começaram o negócio, enquanto 762,9 mil companhias encerraram suas atividades, 65.900 empresas a menos’.

Ruína (3)
Há quem diga que as coisas podem piorar – e muito! Os índices de desemprego caminham a passos largos para recordes históricos. O dólar ora impulsionado às alturas em razão do risco fiscal (leia-se: a intenção do governo de furar o teto de gastos para financiar o Renda Cidadã) e mais crises políticas em razão das eleições em novembro (para prefeitos e vereadores no Brasil e a presidencial nos EUA) que – seguramente - podem vir a tornar péssimo o que já estava ruim em termos de ambiente econômico.

Sobre as eleições de novembro
Jair Bolsonaro poderá sofrer grande revés nas eleições municipais, haja vista a performance sofrível e pouco promissora dos candidatos que apoia em São Paulo (Celso Russomanno), no Rio de Janeiro (o prefeito Marcelo Crivela é candidato à reeleição) e em Belo Horizonte (Bruno Engler).
Mais: o presidente brasileiro torce (e trabalha) por Trump nos EUA, mas parece que por lá vai dar Joe Biden. Nossa diplomacia externa atual é capenga e arrisca-se a pagar um preço alto pelo amadorismo.

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808
Sorte e saúde sempre!

 

Só 35%, meu Paraná..?

'Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade'.
George Orwell

Olá! Bom dia, leitor!
• Hoje, sexta-feira, dia 23 de outubro de 2020, é celebrado o ‘Dia da Força Aérea Brasileira’;
• Também hoje se comemora o ‘Dia da Aviação’ e o ‘Dia do Aviador’;
• Hoje é o aniversário do rei Pelé – 80 anos..!

 


Charge do cartunista Benett publicada na Folha de São Paulo de ontem.

Só 35%, meu Paraná..?
Infelizmente a campanha de vacinação contra a poliomielite (paralisia infantil) no Paraná que começou em 28 de setembro próximo passado atingiu somente 35% da meta até então, quando o certo seria 95%. Estamos brincando com coisa muito séria. O País recentemente viu o sarampo dando as caras novamente e a razão é só uma: faltou imunização, claro!
A vacinação vai até o dia 30 de outubro próximo. ‘O público-alvo da campanha contra a poliomielite são crianças de 12 meses a menores de cinco anos. As doses são distribuídas em gotas, sem necessidade de agulha e seringa’.

É tetra..!
Nesta semana o presidente Jair Bolsonaro emplacou Jorge Oliveira no Tribunal de Contas da União e  Kassio Nunes Marques no STF. Mas não é só isso: ele também nomeou gente pra Anvisa e Anac. Uma beleza! Vamos ver como se sai toda essa gente nomeada, tá certo? Melhor ainda: vamos ver qual será o preço político a ser pago por essas decisões do presidente e em que tipo de moeda, não é?

E por falar nisso
Há dois debates dando o que falar no Brasil e que, claro, tiveram como fonte o Palácio do Planalto. O primeiro é a respeito da participação ou não da chinesa Huawei no leilão da telefonia 5G. Americanos aterrissaram em Brasília esta semana para conversar com gente do governo Bolsonaro que cuida (mal) do assunto.
O outro assunto tem a ver com a questão levantada pelo presidente da República que desautorizou o seu ministro da Saúde que havia informado que o Brasil compraria 46 milhões de doses da vacina que é produzida em parceria pela chinesa Sinovac e o Instituto Butantã, ligado ao governo paulista.

E por falar nisso (2)
Os EUA não querem que o Brasil compre o 5G chinês, mas não têm nada a oferecer no lugar. Pior: aumentaram de 49,4% para 136,7% a taxa sobre o alumínio brasileiro exportado pra lá na mesma semana em que enviaram emissários a Brasília para tratar da Huawei.
Sobre a vacina chinesa que o presidente não quer: o maior fornecedor estrangeiro de antibióticos para o Brasil é a China, ‘tá ok’? E aí? Antibiótico pode, capitão?

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808
Sorte e saúde sempre!

Savonarola: "Todo bem e todo mal vêm de cima"!

Olá! Bom dia, leitor!
o Hoje, quinta-feira, dia 22 de outubro de 2020, é celebrado o 'Dia do Paraquedista';
o Também hoje se comemora o 'Dia do Protesto Mundial Contra o Uso do Eletrochoque';
o A data também é de celebração do 'Dia Internacional de Atenção à Gagueira';
o Por fim, hoje é o 'Dia Internacional do Radioamador'.

 


Nossa modesta homenagem ao 'Dia do Enólogo'.

Savonarola: "Todo bem e todo mal vêm de cima"!
"Todo bem e todo mal vêm de cima. Se os de cima pudessem mudar seu modo de proceder, transformariam essa república. Mas são tiranos, pois são orgulhosos, amam ser bajulados e não dão retorno de seus ganhos.
Tomam decisões secretas, favorecem os seus próprios, se rezam é por pessoas importantes, cobram tributos imorais ou injustos, não ouvem os argumentos dos pobres, ficam ao lado dos ricos e permitem aos seus a imposição de tarefas não remuneradas aos camponeses e aos miseráveis.  Atrasam processos judiciais. Deixam de punir funcionários corruptos e chegam a adulterar moedas.  
Em vez disso, deveriam tentar fazer o povo feliz e empenhar-se pela paz, tentar alcançar a igualdade entre os cidadãos e lutar contra a avareza para assim reduzir as causas da inveja, do ódio e da dissensão".
6 de abril de 1491 - Florença
Frei Girolamo SAVONAROLA.
Pregando aos chefes do governo no Palácio da Sinhoria.
Comentário: faz 529 anos e seis meses que o frei Savonarola fez esta pregação! E ela serve à perfeição ao Brasil de hoje (e, talvez, ainda para os italianos).


Quem te viu
"A vida não anda fácil para o PT a menos de um mês das eleições municipais. Em 16 das 21 capitais em que tem candidato, a legenda não chegou a 10% das intenções de voto nas últimas pesquisas. Só dois nomes disputam a liderança -Luizianne Lins (Fortaleza) e João Coser (Vitória)", informa Bruno Boghossian na Folha de São Paulo.
Comentário: parece que não é só o PT que vai perder feio nas capitais nas eleições de 2020. Há quem diga que o presidente da República vai amargar derrotas acachapantes de candidatos que apoia, como Crivella no Rio de Janeiro e Celso Russomanno em São Paulo. Em BH é 'pule de dez'...

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808
Sorte e saúde sempre!